Páginas

30 de mai de 2007

o limiar das coisas...

Qual o limite para odiar, para prejudicar alguém? qual o limite para separar o pessoal daquilo que não é pessoal?
Meus Deus, fico horrorizada com o caminho da humanidade!!!
Bem que quando a professora da faculdade falou de ética e moral, no fundo ela tinha razão... está nas pequenas atitudes no seu dia-a-dia, no trato com as pessoas e como vc as considera...

Acho que o meu maior mal é me preocupar demais com as pessoas, é ser humana demais...
É achar que apenas um erro meu é o suficiente para acabar com a humanidade...

Estes dias descobri que não é feio errar... não cumprir prazos... e não dar conta do recado...
EU SOU UM SER HUMANO!!!!
NÃO UMA MÁQUINA INSENSíVEL, QUE NãO CHORA, QUE APANHA E NÃO SENTE DOR!!!!

Bom graças a Deus, Né? É sinal que tenho sangue de gente e nÃo de barata... rsrsrs...

O difé­cil é aceitar isto como verdade e não me cobrar demais, não me ferir demais, não me culpar demais...
O difí­cil é não se abater e mais difí­cil de tudo é: Não permitir que as pessoas te massacrem!!!!

Mas hoje eu consegui uma vitória contra o ódio, contra a "filha-da- putice" das outras pessoas!!
Não deixei o meu ego pessoal me inflamar com a injustiça, apenas tomei uma atitude e acabo de virar mais uma página agourenta da minha vida acadêmica...

Puxa, no trabalho e mesmo na faculdade as pessoas levam as falhas das outras para o lado pessoal, e não perdoam...

Como uma pessoa pode viver sem perdoar????

Eu também sei que é difé­cil... Porém temos que tentar, e estou feliz porque estou tentando não odiar...
Apenas encarar as coisas como meras dificuldades acadêmicas....

Nenhum comentário: