Páginas

31 de ago de 2010

Verdades... ou dilemas....

Hoje me senti, meio assim, triste e fiquei pensando o que estava me deixando triste...
E remexendo lá no fundo, descobri que só tem uma coisa que me deixa assim: minha baixa estima...
Eu sei, tenho que me amar, e blá-blá-blá, mas ninguém sabe como é difícil para mim... como têm sido difícil acreditar que sou "normal", que tenho qualidades...
Tem dias que fico bem, e gosto de tudo que faço, tenho mais energia para fazer as coisas que devo fazer e as que gosto...
...tem dias que fico mal, e não quero nem pensar...

E hoje, no mesmo tempo que fiquei triste, fiquei pensando nos blogs que visitei ontem, e um deles me chamou a atenção. Era um blog de ScrapBooking e o que me chamou a atenção era a leveza das páginas, a simplicidade e toda a história contada ali...e fiquei pensando que era legal a gente fazer assim, para lembrar, para registrar aquele momento...sem regras, do seu jeito...
E o fato é que percebi que não importa como fazemos, mas sim porquê fazemos: para ser feliz!!!
E desse momento em diante, eu pensei: e daí que não sou profissional ou as páginas não saem perfeitinhas ou ricas de detalhes? É a minha história que quero contar!

Levando esse pensamento para a vida, e daí que não sou perfeita? Por quê preciso ser perfeita? Por quê ter medo de ser EU?
Por quê esse medo do que as pessoas vão pensar? Ou se elas não gostam de mim... afinal, as pessoas que importam estão por perto!


Epitáfio

Titãs

(Composição: Sérgio Britto)
Devia ter amado mais
Ter chorado mais
Ter visto o sol nascer
Devia ter arriscado mais
E até errado mais
Ter feito o que eu queria fazer...
Queria ter aceitado
As pessoas como elas são
Cada um sabe alegria
E a dor que traz no coração...

O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...
Devia ter complicado menos
Trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr
Devia ter me importado menos
Com problemas pequenos
Ter morrido de amor...
Queria ter aceitado
A vida como ela é
A cada um cabe alegrias
E a tristeza que vier...
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...(2x)
Devia ter complicado menos
Trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr..."

E finalmente, vou lá sentar o bumbum no banquinho e fazer uma página de scrap para dizer como eu me sinto hoje!


Quem me lê, desculpe o desabafo, o choro, mas é que às vezes preciso de contar o que vai no peito, senão expludo!!!

Boa Noite!

PS.:Espero que o meu Epitáfio não seja este..hehehe mas é uma música bonita para se pensar!!!

Nenhum comentário: