Páginas

25 de fev de 2013

Um ano sem compras de scrap... será que dá???

Gente, eu preciso urgente guardar dinheiro!!!
Eu assumo a minha culpa, sempre fui gastona, mas hoje decididamente eu estabeleço que não mais gastarei com scrap, pelo menos por este ano...
Mas peraí, Lígia, o que houve???

Gente, eu tenho material pelo teto e pouco tempo para produzir, o que tem me deixado bem frustrada...
Tenho ferramentas que pouco uso, as que nunca usei, ou que só usei uma vez!!!

Eu sempre fui uma pessoa consumista, e infelizmente não tenho uma renda compatível com meus gastos... mas, preciso ressaltar que melhorei muito, mas muito mesmo! Reduzi muito o consumo de insumos para scrapbooking, mas sempre estou comprando um pouquinho aqui e ali...

Os anos em que mais fiz scrap, 2009, 2010, foram os anos que mais gastei... nossa!!! Queria ir em todos os cursos, fazer todas as aulas, comprar todos os kits... era uma necessidade tão louca... hoje vejo que era desprovida de bom senso...

Hoje eu vejo tudo o que tenho e me pergunto onde raios estava minha cabeça ao me inscrever em determinado curso??? tem cursos que eu paguei e até hoje não terminei o álbum... ou quando comprei algum embellie que nunca usei para nada??? Ah, um dia vou usar... historinha para boi domir... se vc não usar em um determinado período de tempo, sinto dizer, vc não irá mais usar!!! Fato...

Como nos últimos dois anos eu consegui um avanço em relação às finanças e consegui pelo menos ficar sem usar diversos cartões (sim, eu tinha 5 cartões de crédito e um para cada loja mais conhecida neste Brasilzão, como a C&A, Riachuelo, Renner, Pernambucanas, lojas Marisa) e sem usar o cheque especial (para mim, antes o limite fazia parte da minha renda, mas na verdade, não me pertence...), acho que estou pronta para este desafio!!!

A princípio é ficar pelo menos um ano, a partir de hoje, sem comprar nada, mas absolutamente nada de scrap e usar somente o que tenho dentro de casa! Vixe, que eu até queria acompanhar um projeto fofo, até comprei o primeiro kit, mas vou ficar só nele... e o resto do projeto vou tentar fazer do meu jeitão...

Depois, lendo outros blogs de pessoas que se propuseram a ficar um ano sem comprar, seja roupas (em sua  grande maioria) ou coisas consideradas superfluas, decidi que preciso de parar de comprar, comprar e comprar sem propósitos muitas coisas...e até porque, precisamos economizar para trocar de apartamento.



Creio que será um ano de muito aprendizado, e logo venho contar mais aqui...vou tentar delimitar regras para o consumo em geral, como eu vi em 3 blogs...
E sim, eu andei fazendo um pouquinho de scrap, sim; terminei o mês a mês 2012 e fiz duas páginas do Scrapcombo, além de agilizar algumas páginas começadas, mas não consegui fotografar ainda...

E nesta minha caminhada por uma melhor organização do dia-a-dia, a redução de gastos é muito bem vinda! Quem sabe assim eu paro de tralhar a casa???
Que os desafios da vida comecem!!!

2 comentários:

Gildett de Marillac disse...

Lígia, as vezes quando vou arrumar os armários do meu atelier escritório fico desesperada com tanto material, e você falou a palavra certa FRUSTRAÇÃO, já doei muito material, mas é tanto... Me prometi também comprar menos, até hoje estou conseguindo. Vamos lutando!!! Bjs

Dilaine de Oliveira disse...

Concordo com vc, Lígia! Tb tenho me segurado bastante, até porque tenho outros objetivos na vida tb. Realmente o scrap é um apelo ao consumo e a gente acaba ficando frustrada mesmo pq a velocidade é muito maior que nossa possibilidade de produzir.
Te dou força e venho aqui acompanhar teu progresso!
Beijos, querida!!